Agrária Óleo e Farelo inicia 2021 com Parada Geral de Manutenção

05/01/2021

Começou nesta segunda-feira, 04, e vai até o dia 03 de fevereiro a Parada Geral de Manutenção da Agrária Óleo e Farelo. Durante um mês, serão executadas mais de quatro mil atividades entre serviços de manutenção preventiva, adequações às normas de segurança e melhorias na fábrica.

As principais tarefas da Parada Geral serão realizadas pelas equipes de manutenção e operacional, com o apoio de 14 áreas da Agrária. Além delas, 44 empresas de Guarapuava e de outras cidades foram contratadas para dar suporte às atividades, o que implicará em cerca de 400 terceirizados circulando pela indústria nos próximos 30 dias. “Estamos mobilizando um grande número de pessoas e o desafio é ainda maior por estarmos vivendo uma pandemia. Tivemos muita ajuda da equipe do SSMA (Saúde, Segurança e Meio Ambiente) para que pudéssemos implantar todos os protocolos necessários”, destaca Ivan Poletto, Coordenador de Manutenção. 


Embora as paradas de manutenção aconteçam anualmente, esse está sendo considerado o maior evento já realizado na Agrária Óleo e Farelo, devido à complexidade das operações que serão efetuadas. Uma delas é a instalação de um equipamento para descascamento a frio, que contribuirá para o aumento da qualidade e da rentabilidade do que é produzido pela indústria. “Trata-se de um equipamento novo que está entrando na planta e será ligado a um ciclo antigo. Precisamos ser cuidadosos para fazer a intercomunicação mecânica, elétrica e de automação”, explica Poletto.

Na Parada Geral também será executado pela primeira vez o Plano Crítico A, elaborado a partir da metodologia Lean. Com o objetivo de diminuir perdas, foram listados os componentes de maior desgaste nas máquinas. Como medida preventiva, esses componentes serão substituídos, aumentando a vida útil dos equipamentos e a confiabilidade dos processos.

A Parada Geral ainda marcará o início da adequação do Sistema de Aterramento SPDA (Sistema de Proteção contra Descargas Elétricas) da indústria, dentro das premissas estabelecidas pela NR 33 (Norma Regulamentadora). Por ser um processo demorado, a atividade continuará após o término da Parada.  



Compartilhe esta publicação

Desenvolvido por BRSIS
© 2018 - Agraria | Todos os direitos reservados.