Pesquisador holandês visita a Agrária

12/03/2020

Na última segunda-feira, 09, a Agrária recebeu a ilustre visita do agrônomo Hans Peeten. O holandês, que viveu no Brasil e atuou como Gerente Técnico da Fundação ABC, foi um dos primeiros pesquisadores no país a desenvolver estudos voltados para o sistema de Plantio Direto.

O Plantio Direto, hoje bastante utilizado em nossa região, especialmente por suas vantagens de conservação do solo, foi introduzido no Paraná por agricultores da região dos Campos Gerais, na década de 1970. No início das pesquisas, os produtores apresentaram certa resistência em adotar a prática. “Os agricultores tinham razão, não dá para mudar de um dia para o outro o sistema até então adotado. É preciso aprender, pouco a pouco”, afirmou Peeten.


O pesquisador teve seu primeiro contato com Entre Rios em 1981. “Os agricultores daqui demonstraram muito interesse no Plantio Direto e com o apoio de um amigo, o senhor Franz Jaster, trocamos várias informações”, lembrou. 


Durante sua passagem pela FAPA (Fundação Agrária de Pesquisa Agropecuária), Peeten conversou com a equipe da Fundação e foi surpreendido com um caderno de anotações do pesquisador Juliano Almeida, com relatos de uma palestra sua ministrada em 1985. “Foi a partir do trabalho de pesquisadores como o Peeten e o Jaster, percursores no estudo do Plantio Direto, que outros agrônomos e produtores começaram a entender que em muitos casos essa era a melhor alternativa”, frisou Almeida.


Peeten destacou ainda a evolução da agricultura na região nas últimas décadas. “Viajo pelo mundo, Estados Unidos, África, Rússia, Ásia e posso afirmar que aqui existe agricultura sustentável. Isso demonstra um desenvolvimento em relação à conservação do solo e da água e representa resultado para os agricultores. Vejo a produtividade com mais de 12.000 kg/ha de milho, na minha época eram 4 mil kg/ha. Ouvi que nas pesquisas da FAPA uma variedade de cevada produz 11.000 kg/ha, isso precisa ser visto e conhecido". 


Compartilhe esta publicação

Desenvolvido por BRSIS
© 2018 - Agraria | Todos os direitos reservados.